.posts recentes

. Outro blog

. Anjos

. Regresso

. Máscaras e Mesquinhez

. Parábola da Rosa

. Mais uma vez - A Amizade!

. Tio

. Romantismo

. Blog

. Carlos Paredes

.arquivos

. Março 2005

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

Quarta-feira, 3 de Março de 2004
Boa noite

avisse25.jpg

Imagem de Jean-Paul Avisse



Hoje (para mim, ainda é dia 2) não tive muito tempo para andar por cá... apenas vos desejo boa noite...
E que os vossos sonhos sejam brilhantes e iluminados como a Lua... e que, todos os que desejarem, possam ser concretizados...
Um beijo e boa noite...

publicado por Anjo do Sol às 00:28
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Segunda-feira, 1 de Março de 2004
Eu

A maior parte do que tenho escrito por aqui revela melancolia, tristeza, cansaço... É verdade! É assim que me sinto no mais profundo do meu ser. A maior parte dos pensamentos que me invadem são conturbados, numa inquietação tremenda de quem ainda tenta descobrir um rumo que vê cada vez mais distante.
Mas, esta não é a minha única faceta. Também posso ser extrovertida, alegre, sorridente, bem humorada. Aliás, quem me conhece sabe como eu sou e a forma como encaro ou, tento encarar, a vida. Isso não significa que tenho uma fachada, não é bem isso... é mais o guardar para mim as minhas tristezas, os meus anseios, a minha melancolia...
E, não sei se repararam num pequeno gif que está do lado esquerdo da página com a indicação de Gemini. Não acredito muito em questões de astrologia, muito menos nos chamados horóscopos, mas acho curioso que a descrição de um Geminiano seja a de uma pessoa inconstante; e a imagem projecta exactamente as duas facetas: tanto ri agora, como chora daqui por 2 minutos e volta a sorrir 5 minutos após. É aqui que me identifico: as duas facetas, a capacidade de rir por fora e em simultâneo sentir o peito doer de dor, chorando lágrimas sentidas que ninguém vê.
Daí que resolvi apresentar-lhes o meu outro eu, aquele que pouco se tem revelado por aqui. Ele surgirá de uma outra forma, num novo blog a inaugurar dentro de pouco tempo.
Este ficará sempre guardado para os meus mais íntimos pensamentos, para a minha melancolia, para a minha tristeza e continuará a ser como sempre foi. O próximo será... uma surpresa.
Mas isto tudo para quê? Apenas para lhes dizer que nem tudo são mágoas, embora sejam a grande parte do meu eu... nem tudo são tristezas, porque a alegria é algo que nasceu comigo...

publicado por Anjo do Sol às 13:53
link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito
|
Soneto

Não pode Amor por mais que as falas mude
exprimir quanto pesa ou quanto mede.
Se acaso a comoção falar concede
é tão mesquinho o tom que o desilude.

Busca no rosto a cor que mais o ajude,
magoado parecer aos olhos pede,
pois quando a fala a tudo o mais excede
não pode ser Amor com tal virtude.

Também eu das palavras me arreiceio,
também sofro do mal sem saber onde
busque a expressão maior do meu anseio.

E acaso perde, o Amor que a fala esconde,
em verdade, em beleza, em doce enleio?
Olha bem os meus olhos, e responde.

                                             *António Gedeão*

publicado por Anjo do Sol às 01:03
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Março 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
blogs SAPO
.subscrever feeds