.posts recentes

. Outro blog

. Anjos

. Regresso

. Máscaras e Mesquinhez

. Parábola da Rosa

. Mais uma vez - A Amizade!

. Tio

. Romantismo

. Blog

. Carlos Paredes

.arquivos

. Março 2005

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

Segunda-feira, 1 de Março de 2004
Soneto

Não pode Amor por mais que as falas mude
exprimir quanto pesa ou quanto mede.
Se acaso a comoção falar concede
é tão mesquinho o tom que o desilude.

Busca no rosto a cor que mais o ajude,
magoado parecer aos olhos pede,
pois quando a fala a tudo o mais excede
não pode ser Amor com tal virtude.

Também eu das palavras me arreiceio,
também sofro do mal sem saber onde
busque a expressão maior do meu anseio.

E acaso perde, o Amor que a fala esconde,
em verdade, em beleza, em doce enleio?
Olha bem os meus olhos, e responde.

                                             *António Gedeão*

publicado por Anjo do Sol às 01:03
link do post | comentar | favorito
|
7 comentários:
De Anónimo a 5 de Março de 2004 às 16:48
oi! gostei mt do teu blog continua...Miss Devil
(http://missdevil.blogs.sapo.pt)
(mailto:Miss-Devil@sapo.pt)
De Anónimo a 4 de Março de 2004 às 20:41
---->analfabeto: ai, como é cego, meu Deus... e já nem sei se é o amor que é cego ou se somos nós que o tornamo cego, ou ele que nos torna a nós... talvez seja uma mistura de tudo isso... Bjito e obrigada pela visitaAnjo Do Sol
(http://mywords.blogs.sapo.pt)
(mailto:anjodosol@sapo.pt)
De Anónimo a 4 de Março de 2004 às 20:39
---->MWoman: O que tu trouxeste aqui... Sabes que dos homónimos, Ricardo Reis é o meu preferido? Pois é... e também ele fará parte deste blog, com algo das Odes. BjitoAnjo Do Sol
(http://mywords.blogs.sapo.pt)
(mailto:anjodosol@sapo.pt)
De Anónimo a 4 de Março de 2004 às 20:38
---->Maria: obrigada pela tua visita e volta sempre. Eu também gostei da tua cozinha enriquecedora. BjinhosAnjo Do Sol
(http://mywords.blogs.sapo.pt)
(mailto:anjodosol@sapo.pt)
De Anónimo a 1 de Março de 2004 às 13:45
Gostei bastante deste post. O amor é lindo, apesar de por vezes ser cego.heheheheanalfabeto
(http://analfabetosexual.blogs.sapo.pt)
(mailto:pp@sapo.pt)
De Anónimo a 1 de Março de 2004 às 11:09
Tudo é tão pouco!
Nada se sabe, tudo se imagina.
Circunda-te de rosas, ama, bebe


E cala. O mais é nada.


(Ricardo Reis)MWoman
(http://devaneio.blogs.sapo.pt/)
(mailto:siilvam@hotmail.com)
De Anónimo a 1 de Março de 2004 às 10:01
Oiiii :D gostei mto do poema, aliás eu adoro as poesias de Gedeão! Mto bonito o teu blog ;) adorei! BesosMaria
(http://acozinhadamaria.blogs.sapo.pt)
(mailto:acozinhadamaria@hotmail.com)

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Março 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
blogs SAPO
.subscrever feeds