.posts recentes

. Outro blog

. Anjos

. Regresso

. Máscaras e Mesquinhez

. Parábola da Rosa

. Mais uma vez - A Amizade!

. Tio

. Romantismo

. Blog

. Carlos Paredes

.arquivos

. Março 2005

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

Sexta-feira, 2 de Julho de 2004
Sophia de Mello Breyner - O Adeus

Hoje será um dia para não esquecer.
Depois de um desaparecimento no cinema, agora na literatura.
Faleceu hoje Sophia de Mello Breyner, após um internamento de 15 dias.



Para a homenagear, deixo aqui um dos seus poemas:

Naquele Tempo

Sob o caramachão de glicínia lilaz
As abelhas e eu
Tontas de perfume

Lá no alto as abelhas
Doiradas e pequenas
Não se ocupavam de mim
Iam de flor em flor
E cá em baixo eu
Sentada no banco de azulejos
Entre penumbra e luz
Flor e perfume
Tão ávida como as abelhas

Abril de 98

Coloco aqui a menção de alguns dos prémios ganhos por Sophia, retirado Daqui, onde poderão ver a restante notícia:

1964 - Grande Prémio de Poesia pela Sociedade Portuguesa de Escritores pelo seu livro «Canto sexto»
1977 - Prémio Teixeira de Pascoaes pelo livro «O nome das coisas»
1981 - Grau de Grã Oficial da Ordem de Santiago e Espada
1984 - Prémio da Crítica pela Associação Internacional de Críticos Literários
1987 - Grã Cruz da Ordem do Infante D. Henrique
1994 - Associação Portuguesa de Escritores outorga-lhe o Prémio 50 anos de Vida Literária
1998 - Grã Cruz da Ordem de Santiago e Espada
1999 - Prémio Camões
2000 - O Movimento Democrático das Mulheres Portugueses
entregou-lhe a Distinção de Honra
2003 - Prémio Rainha Sofia de Espanha

Ela descansará em paz, nós não a esqueceremos.

publicado por Anjo do Sol às 22:24
link do post | comentar | favorito
|
20 comentários:
De Anónimo a 8 de Julho de 2004 às 21:55
adorava os seus livros, ainda era tao nova e morreu só as grandes pessoas é ke morrem.
doce anjo agradecote de te lembrares da maior poetisa de sempredalila marina
</a>
(mailto:dalila_sa@msn.com)
De Anónimo a 5 de Julho de 2004 às 13:07
Uma das minhas poetisas preferidas que ficará para sempre gravada pelas suas belas palavras que tocam , tocaram e tocarão ao coraçao de todos nós...
Um beijo enorme*meialua
(http://meialua.blogs.sapo.pt)
(mailto:luamagica@hotmail.com)
De Anónimo a 5 de Julho de 2004 às 01:34
voltei... acho... triste. e feliz. perdemos mas ganhámos tanto. cenas dos próximos capítulos: eu na noruega ou o fim da escuridão ou porra nunca é noite neste país? até logo. vou dormir k nem só de fjords vive o homem... e gratos plo link. muito gratosamateur
(http://salvia.blogs.sapo.pt)
(mailto:af37@netcabo.pt)
De Anónimo a 5 de Julho de 2004 às 00:40
Amiga: Justa homenagem.EStou longe mas perto das tuas palavras e dos teus sentimentos.
Os seus poemas irao perdurar nos tempos do amor, da ternura e da poesia.
La ROchelle 5/7/2004
BEijos
ROMASIRogerio Simoes
(http://htpp;//poemasdeamoredor.blogs.sapo.pt)
(mailto:romasi@sapo.pt)
De Anónimo a 4 de Julho de 2004 às 19:19
O choque foi grande, sim. Escolheste um dos seus poemas mais bonitos. Continuação de bom domingo :-)Dora
(http://levementerotico.blogs.sapo.pt)
(mailto:ledamadrugada@yahoo.com)
De Anónimo a 4 de Julho de 2004 às 18:34
Existe dois tempos p/ mim: Antes e agora, sem Sophia de Mello Breyner . Grande vazio. Seu blog, a música de fundo, tudo muito lindo, pricipalmente os poemas.

beijosAngela
(http://anjosa39.zip.net/)
(mailto:anjosa2003@parol.com.br)
De Anónimo a 4 de Julho de 2004 às 17:37
Bela homenagem. Também é com muita pena que vejo a partida dela. Espero k para um lugar melhor :) . Beijocas.Tiago
(http://numanaturezamorta.blogspot.com)
(mailto:tiago_67@hotmail.com)
De Anónimo a 4 de Julho de 2004 às 12:05
Uma grande mulher que se foi mas que permanecerá sempre junto de nós com a sua bela obra. Bjinhos desta tua amigaamita
(http://brancoepreto.blogs.sapo.pt)
(mailto:amitaf324@hotmail.com)
De Anónimo a 4 de Julho de 2004 às 05:34
Sophia merece todas as homenagens. É uma grande perda mas as suas palavras estarão sempre vivas. BeijosMarcia
(http://www.lendoesonhando.blogger.com.br)
(mailto:maramar15@uol.com.br)
De Anónimo a 4 de Julho de 2004 às 02:23
O nosso mundo literário ficou mais vazio, mais triste.. E mais uma boa alma merece o seu descanso e a sua eterna recordação. Obrigado por lembrares e homenageares esta grande mulher da nossa literatura. bjiiinho Nightwitx
</a>
(mailto:nightwitx@hotmail.com)

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Março 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
blogs SAPO
.subscrever feeds